16 de mai de 2012

O que é distonia focal?!

Caros amigos, resolvi criar um pequeno tópico sobre o assunto, tendo em vista as inúmeras perguntas que venho recebendo.

Trata-se de um distúrbio que gera movimentos involuntários. É bem possível que esse seja o pior pesadelo dos músicos na atualidade, pois não provoca dor e o problema é severo, levando à desistência da carreira. Embora as reais causas ainda sejam desconhecidas, é sabido que o stress e o excesso de estudo podem contribuir para a causa do distúrbio. Alguns recorrem ao tratamento com botox (toxina botulínica), mesmo que seja apenas um paliativo.

Vale lembrar que nem sempre um simples problema, a exemplo de um pequeno travamento de movimento, constitui-se em uma distonia. Além de descartar problemas técnicos musicais, é necessário proceder ao exame de eletroneuromiografia com o intuito de verificar se há alguma compressão de nervos periféricos, uma vez que o diagnóstico da distonia é feito por exclusão. Um travamento no dedo mindinho, por exemplo, pode significar algum problema no nervo ulnar.

O maior especialista no Brasil é o Dr. Djalma Marques que atende em Recife-PE pela entidade Biologicus. O seu centro trabalha com a chamada Medicina da Arte.

Cumpre destacar também que o violonista e professor Luiz Cláudio Ribas (Curitiba-PR) tornou-se uma referência no assunto entre os violonistas, depois que foi acometido pelo problema na mão esquerda. Leiam seus comentários aqui: http://www.violao.org/topic/12498-luiz-claudio-distonia-e-solucoes/page__hl__%20distonia%20%20focal

A minha distonia iniciou-se em 2010 e somente agora tive as melhoras reais. Para tanto, fui obrigado a reformular a técnica, sobretudo o posicionamento de mão esquerda com o intuito de voltar a trabalhar melhor o meu dedo 4. Eis meu depoimento no Youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=qdpYmXjTONk

Recomendo a leitura do relato do violonista americano David Leisner: http://www.davidleisner.com/FocalDystonia.html

Um importante guia de prevenção em inglês: http://www.dystonia-foundation.org/filebin/pdf/focal%20dystonia.pdf

Saudações musicais!

6 comentários:

  1. Em breve, postarei um vídeo que é a prova de fogo de minha distonia do dedo 4...

    ResponderExcluir
  2. vídeo interessante: https://www.youtube.com/watch?v=WeNoAsWywz0

    ResponderExcluir
  3. Conheçam o trabalho da Maria Elena Gauna: http://www.unl.edu.ar/noticias/archivos/Sonido_presente_-_Cronograma.pdf

    ResponderExcluir
  4. Fabiano, boa noite! O blog ainda está ativo? Sou Umberto, prof da Escola de Música de Brasília. Há vários anos que desenvolvi uma disfunção do indicador da m. d., que tem sido diagnosticada como distonia focal. Gostaria de saber mais de seus progressos na recuoeração de seu problema e de como vc os resolveu. Abç., Umberto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Umberto.
      Fiz um vídeo em meu canal sobre o assunto: https://www.youtube.com/watch?v=qdpYmXjTONk&t=94s
      Em síntese, eu me baseei no tripé: diminuição da ansiedade para buscar relaxamento na hora de tocar, mudança de digitação e mudança de técnica.
      Qualquer coisa você entra em contato por e-mail.
      Grato pela mensagem.
      Abraço.

      Excluir